Bolha

11 nov

Inicialmente, mil desculpas por estar tão relapsa com o blog. Sem compromisso, digo.  Andava muito ocupada,  cheia de trabalho (e ainda estou), mas não adianta se focar no problema, a questão é a solução.. E sigo em busca dela.

Enfim, ando dentro de uma bolha. Todo dia as mesmas tarefas, obrigações, parece que os anseios também se repetem.. Pior do que uma bolha normal, ainda é uma bolha com espelhos voltados para dentro. Ou seja, algo completamente egocêntrico, onde apenas meu mundo se  sobressai. Mas a verdade, é que não tem sido meu mundo!  Tem sido um mundo alheio, onde as vontades, os compromissos e preocupações dos outros são superiores as minhas. Onde eu apenas me submeto as obrigações dos demais e, simplesmente, as cumpro como se fossem minhas. Me anulando. Abandonando minha essência e meus desejos!

Porém, mesmo sufocada numa bolha, por vezes, esta se rompe! E, finalmente, eu consigo respirar. Eu encontro não uma vontade, uma condição de ser; que toda vez que experimento parece que não conheço e nunca conheci aquela emoção. A simples sensação de sentir o vento no rosto, de andar sem rumo ou sem horário, de conversar com qualquer pessoa sem julgamentos, a sensação de se permitir ser..

Esse rompimento, mesmo raro, tem me gratificado muito, me permitido conhecer mais não só as coisas (pessoas, lugares, situações…) ao redor, como a mim mesma. Tenho descoberto que há muito mais para se sentir, para se conhecer do que dentro daquela bolha. O rompimento é difícil, deixa marcas, prejudica e até atrapalha. Mas chega um momento que há a necessidade de escolher entre você ou todo o resto. E por mais difícil que seja, aprender a dizer “não”,  saber escolher e tomar novos caminhos tem sido fundamental para não só romper a bolha, mas conseguir sair dela.

E assim sigo, na busca de uma saída, de soluções, de espaço, de vida pura e plena. No círculo vicioso de erros e acertos, que nos vicia em querer crescer. Apenas sigo.

Dizem que sou louco por pensar assim/ Se eu sou muito louco por eu ser feliz /Mas louco é quem me diz /E não é feliz, não é feliz
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: