Abraço de mãe

24 nov

De forma rude: Abraçar é o ato em que duas ou mais pessoas  ficam de forma parcial ou completa entre os braços da outra. Ótimo. Bela definição. Para os céticos e secos.

Mas e para os amados, amigos e familiares?  Para aqueles que não é apenas um cumprimento, mas sim uma forma de amor e carinho? Defina-me abraço, ó ,por favor!

Dizem que abraço é uma forma de amor. E o amor existe de várias maneiras (o amor dos pais, o amor à pátria, o amor de amigos e blábláblá)… Então, também há vários tipos de abraços!

Os abraços mais especiais são os dos amigos (não importa se é seu(sua) namorado(a) ou sua mãe, são todos seus amigos!). E os abraços dizem tanto! Por vezes “apenas” significam: “eu te quero bem”, mas em outras sussurram um “sinto muito” ou um “eu te amo tanto”, gritam “és meu orgulho” ou “sou feliz por ter você aqui!”. Há abraços pra todos motivos, com todos “porquês”…

Mas e quanto ao tipo de abraço?

Temos o famoso “abraço de urso”, saudoso, amigável e, por vezes, até nostálgico. O querido por todas crianças, o “upa”! Nada como um “upa” pra alegrar o dia! O abraço consolador, meio tapinha nas costas, do gênero “tu te ralastes, mas eu estou contigo, amigo!”… Entre tantos outros, que no momento me fogem a lembrança.

No entanto, não há abraço MAIS especial do que o famosérrimo: “abraço de mãe”!

Na verdade, essa expressão “abraço de mãe”, nunca me viera à tona antes.. Abraço de mãe, é o abraço mais especial do mundo (e o melhor é o da minha mãe, é claro! humpf). Mas é abraço de mãe, ué! Nada de tão “assim”, tão conceitual.

 Até que uma certa moça de Brasília me fez pensar no abraço de mãe de outra forma…

O abraço de mãe pode não ser dado por ela, mas tem um amor muito próximo por aquele que ela nos dá. Envolto de carinho e proteção. Pode não ser o abraço daquela que nos deu a vida ou nos criou, mas tem todo um quê de especial. Como um charminho a mais, que não há abraço no mundo igual. O de melhor amiga(o), sabe? Aquele que na hora triste ,conforta; na feliz, sorri; na da dúvida, protege e consola… Um abraço bem especial. Bem mais do que qualquer outro.

Um abraço de mãe é aquele que é sincero. Não adianta, se não for aquela pessoa que você ama, seu abraço de mãe não sairá! Você pode não ter filhos, mas ser a “mãezona” do grupo. Apenas querer bem e se preocupar talvez já seja o bastante. Não há fórmula mágica para esse abraço. É de berço, talvez. Você nasce sabendo dar todo tipo de abraço, mas o abraço de mãe só se você tiver as características essencias que as mães têm. Mas no fim das contas, o importante é abraçar! É passar a mensagem que seus sentimentos querem pra pessoa que você admira, ama, adora…

Como sairia para os ríspidos e amplamente racionais: é apenas um entrelaçar de braços. Mas misturando essa razão com a emoção: é um entrelaçar de braços mágico, onde sentimentos e palavras não pronunciadas brotam, pelo simples fato de amar, de tocar e de carinho. Pelo simples fato de amizade e amor.

Especial pra Ana Luísa Lacerda, a qual consegue achar em mim abraços de mãe.

(E óbvio, especial pra minha mãe, que sempre me deu abraços de mãe e que, certamente, me passou a fórmula de abraçar como ninguém)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: